NOTÍCIAS

18/05/2017 - 10h44 Lideranças do PT pedem aprovação de PEC para Diretas JÁ
PT convoca brasileiros a irem às ruas para pedir a saída de Temer. Situação do presidente golpista é considerada “insustentável”. Agência PT de Notícias


Foto: Paulo Pinto


As denúncias de que o presidente golpista Michel Temer teria pago pelo silêncio de Eduardo Cunha na prisão levou as bancadas do PT na Câmara e no Senado a criar uma ofensiva legislativa em favor das eleições diretas. O PT se reúne nesta quinta (18) para fechar um acordo em torno da votação da proposta de emenda constitucional 227 que prevê a convocação de eleições diretas. Para os parlamentares, a situação do governo está insustentável.

“O governo acabou e como acabou o Temer tem que renunciar. O que nós queremos é convocar imediatamente eleições diretas. Para isso, é necessária a aprovação de uma emenda constitucional, a PEC 227, na Câmara dos Deputados para que possamos ter uma saída democrática para a crise. Não aceitamos eleição indireta ou outra solução que não seja o voto popular”, declarou o líder do PT, Carlos Zarattini.

Para a líder do PT no Senado, Gleisi Hoffman, a única maneira de tirar o Brasil da crise institucional, econômica e social é eleger diretamente um novo Presidente da República. “As pessoas estão na rua pedindo que o Temer renuncie e elas querem votar para presidente. Que ganhe A ou B, mas ele tem que ser legitimado pelo voto popular”, afirmou.

Zarattini também falou sobre a importância das pessoas irem às ruas nos próximos dias incluindo a marcha do dia 24. “Vamos engrossar a manifestação do dia 24 em Brasília e em todo o país. É fundamental que esse governo saia e a gente possa voltar a ter uma democracia no Brasil”. Na noite de quarta (17), milhares de pessoas ocuparam a Avenida Paulista em São Paulo pedindo eleições diretas.

 


Conheça a PEC:

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 227, DE 2016*

(Do sr. DEPUTADO MIRO TEIXEIRA E OUTROS)

Prevê eleições diretas no caso de vacância da Presidência da República, exceto nos seis últimos meses do mandato.

Dê-se ao § 1º do Artigo 81 da Constituição Federal a seguinte redação:

Art. 81 – Vagando os cargos de Presidente e VicePresidente da República, far-se-á eleição noventa dias depois de aberta a última vaga. § 1º – Ocorrendo a vacância nos últimos seis meses do período presidencial, a eleição para ambos os cargos será feita trinta dias depois da última vaga, pelo Congresso Nacional, na forma da lei. (NR)

Deputados Federais
Enio Verri
Zeca Dirceu
Deputados Estaduais
Pericles de Mello
Professor Lemos
Tadeu Veneri
 
 
 
Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciado sob CC-Attribution 3.0 Brazil.
Exceto especificado em contrário e conteúdos replicados.
Alameda Princesa Izabel, 160, São Francisco, Curitiba. Cep. 80410-110.
Telefone: (41) 2103-1313. E-mail: imprensa@pt-pr.org.br